Muuu!

Águas Lindas:
O grupo Candanguista mão tinha um plano “B”, devido aos últimos acontecimentos, está tendo de pegar a laço, alguém objetivando substitui-la na peleja ou ver o triunfo do adversário. Aleandra era o nome natural do grupo a estadual, agora, acorrida contra o tempo está chegando ao seu final e talvez o crocodilo tenha que abocanhar um boi de piranha.

Abemos dois deputados eleitos

Águas Lindas:
Uma língua de cobra me falou; “Dona Yolanda, o fechamento da chapa majoritária do governo estadual, tendo Aleandra integrando a chapa e deixando a vaga de deputada, provocou o maior burburinho no meio político local, porem dois adversários já comemoram por conta, e já se acham deputados eleitos”, disse a língua. (!!!) Na minha opinião, não é prudente cantar vitória antes do resultado das urnas, acredito que Hildo do Candango deve ter uma carta na manga.

Eleições 2018

Águas Lindas:
Já era um carnaval, a enxurrada de candidatos a estadual, objetivando atrapalhar a candidatura vitoriosa de Aleandra Sousa, com os últimos acontecimentos gerados pela sua saída do páreo, a disputa ficou acirrada no grupo Candanguista, pelo menos quatro novos nomes surgiram e não estão dispostos a abrir mão do apoio do governo municipal. Hildo do Candango que é um ótimo estrategista, se o grupo não entrar em um consenso até a data limite para o registro, deverá liberar a todos para serem candidatos por sua conta e risco. Em quanto isso o prefeito cuidara apenas da chapa majoritária na cidade.

Reviravolta

Águas Lindas:
Com a ida de Aleandra Sousa para a chapa majoritária, a horda oposicionista comemora, isto porque, não está sendo fácil substitui-la em tão pouco tempo, muitos no grupo Candanguista querem, mas ainda não se tocaram que uma campanha ao legislativo estadual, é muito diferente de uma a vereador. No grupo somente o vereador Rogemberg e o vice-prefeito Jiribita, tem experiência porque já passaram por esse corredor polonês mais de uma vez.

Cobra sentada

Águas Lindas:
Essa cobra está sentada aguardando ver a lista oficial dos candidatos a estadual por essa cidade em 2018, lembram do samba do criôlo doido que falei, pois bem, a festa continua, vamos ver quem quer ser e quem será candidato a pagar mico.

Questão de opinião

Águas Lindas:
O assunto mais falado do final de semana foi o adiamento da candidatura de Aleandra a deputada estadual, para mim que tenho minhas raízes plantadas a mais de vinte anos nessa cidade, tenho o maior orgulho de tela me representando. É sabido que Aleandra tinha a vitória garantida e abdicou em prol de um projeto maior e mais ariscado, a meu ver, ela não pensou nela e sim na região do entorno como um todo, ter a oportunidade de ser senadora para nos representar não é algo fácil de se conseguir. Por outro lado, a saída de Aleandra do Páreo para estadual, foi motivo de comemoração no covil do adversário que já canta vitória.

Divergência

Águas Lindas:
Nunca na história dessa cidade, teve consenso entre os vereadores e o governo municipal no tocante a juntos apoiarem o mesmo candidato a deputado estadual, edis sempre discordaram do nome apresentado pelo prefeito, o resultado é que não elegem nenhum representante local. Com a saída da primeira dama do páreo, na reunião ocorrida no salão nobre do palácio municipal fato ocorrido final da tarde de sexta feira (10/8), como era esperado, não houve consenso e vários se apresentaram para substituir Aleandra como o nome do prefeito a estadual. Uma língua de cobra me falou; “Se não houver um equilíbrio e a maioria for para um lado diferente da posição do prefeito, a canoa vai virar e não elege ninguém”, disse a língua experiente.

De braçada

Águas Lindas:
Foram lançados vintes pré-candidatos a estadual, só quatro tinham chance ficou um na dianteira, agora quatro vereadores querem o apoio do prefeito depois da saída de Aleandra. Por outro lado e na oposição, dois estão tomando a dianteira e jogando poeira de cemitério no governo, se até o dia quinze não chegarem a um consenso, a vitória será da oposição que está organizada.

Cabo eleitoral remunerado

Águas Lindas:
A lei proíbe serviços voluntários em campanhas eleitorais, mas, tem político nessa cidade querendo forçar pessoas a fazer serviços voluntários em suas campanhas, vale dizer que: “quem enricou com promessas, foi São Francisco do Canindé (CE)”, é importante ainda que se saiba, a imprensa divulga fatos, mas para fazer assessoria é outra história, temos que cobrar pelo serviço.